Sepúlveda e Pedraza: dois destinos incríveis a poucos km de Madrid

O melhor presente que se pode dar a uma pessoa apaixonada por viagens é justamente uma viagem! Para qualquer lugar, por qualquer período, não importa! O que importa é sair de casa com uma malinha e deixar a rotina para trás.

Para mim uma viagenzinha tem muito mais valor que qualquer presente. Sabendo disso, meu marido, que me ama e me mima muito, preparou uma escapada surpresa de dois dias pelo meu aniversário, e fomos conhecer Sepúlveda e Pedraza, duas vilas lindíssimas que estão a 130 km de Madrid.

Plaza Mayor de Sepúlveda
Plaza Mayor de Sepúlveda

Ambas podem ser conhecidas em poucas horas, mas se puder dedique um dia para cada, não só para fazer turismo, como para desfrutar da gastronomia segoviana. Aliás, vá preparado para ganhar uns kgs.

SEPÚLVEDA

Em pouco mais de uma hora de carro dá para chegar em Sepúlveda, que há algum tempo eu já queria conhecer mas ainda não tinha tido oportunidade (a wish list é interminável!). E fiquei encantada, apesar de sermos praticamente os únicos na cidade!

Sepúlveda
Sepúlveda

Ficamos hospedados na Posada San Millán, um casarão de estilo romântico, que é considerado uma das construções mais antigas da vila. Um lugar super bonito e agradável, com quartos amplos e um atendimento mega atencioso.

Posada San Millán
Posada San Millán

Não mais chegar, já no final do dia, fomos conhecer o Parque Natural de las Hoces del Río Duratón. Como já não aguento caminhar longas distâncias por causa da barriga de 8 meses, decidimos ir de carro diretamente à entrada do mirador da Ermita de San Frutos.

Mirador da Ermita de San Frutos
Mirador da Ermita de San Frutos

É um lugar mágico para passar o final de tarde. Do mirador até a Ermita a caminhadinha é de aprox. 15 min, super tranquila. Mas no meu atual ritmo isso poderia durar bem mais e não queríamos voltar muito tarde para o jantar.

Mirador de San Frutos
Mirador de San Frutos

Por falar em jantar, tanto Sepúlveda como Pedraza estão localizadas na província de Segóvia, a terra do cochinillo e do lechazo (cordeiro assado). Não foi fácil encontrar numa quarta-feira de setembro um lugar que servisse um cordeiro assado no jantar, já que essa comida é tão pesada que normalmente se come ao meio-dia.

Mas com a ajuda da dona da Pousada acabamos conseguindo reserva na Casa Roman, onde comemos muito bem, apesar de sermos os únicos (fora uns locais que deviam ter uns 90 anos e estavam tomando a última cervejinha do dia). As porções servidas são enormes e recomendo pedir só o prato principal; qualquer outra coisa sobra.

Rua da Casa Roman
Rua da Casa Roman

No dia seguinte demos uma voltinha pela cidade para vê-la de dia. O centro da vila é bem pequeno e em duas horas dá para ver tudo e mais um pouco. Não precisa de mapa, nem guia, nem nada, basta caminhar pelas ruas e se deixar levar.

Sepúlveda
Sepúlveda

PEDRAZA

Saindo de Sepúlveda fomos conhecer Pedraza (30 min de carro), uma vila medieval amuralhada que também é parte da província de Segóvia.

Plaza Mayor Pedraza
Plaza Mayor Pedraza

Por coincidência essa semana estavam celebrando as festas do pueblo, em homenagem à Virgen del Carrascal, e por isso a Plaza Mayor, que é o principal ponto turístico da cidade, estava semi-coberta, transformada em Praça de Touros (menos mal que a tourada tinha sido no dia anterior).

Festas do pueblo
Festas do pueblo

As ruas de Pedraza são belíssimas. Enquanto Sepúlveda é uma vila mais rústica e mais natural, Pedraza está mais pensada para os turistas. Nós fomos num dia de semana que a vila estava bem vazia, mas sei que nos fins de semana a cidade lota e se você chegar tarde é até difícil estacionar o carro.

Pedraza
Pedraza

Almoçamos no Restaurante La Olma, onde mais uma vez comemos um lechazo sensacional (estava até melhor que o do dia anterior). Aqui também recomendo pedir um quarto de cordeiro para duas pessoas, e saltar a entrada. Mas guarde um lugarzinho na barriga para o Cheese Cake, que é delicioso.

Lechazo
Lechazo

Esse restaurante, além de uma comida excelente, é super bonito, e é uma delícia comer na varanda lateral, com vistas para a praça. Se recomenda reservar!

La Olma
La Olma

Assim como Sepúlveda, Pedraza é uma vila minúscula e em menos de duas horas dá para conhecer tudo.

Pedraza
Pedraza

Se você está em Madrid no mês de julho, se organize para ir a Pedraza nos primeiros dois sábados desse mês. Nesses dois dias se apagam as luzes públicas, as casas fecham as janelas e a vila é iluminada somente com velas. Quem já foi garante que é mágico!

Plaza Mayor
Plaza Mayor de Pedraza

Posada San Millán

Calle del Vado, 12 – Sepúlveda

Casa Roman

Calle Sancho Gracia, 3 – Sepúlveda

La Olma

Plaza Álamo, 1 – Pedraza

4 thoughts on “Sepúlveda e Pedraza: dois destinos incríveis a poucos km de Madrid”

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s