Viajando pela Colômbia: Bogotá

Essas férias fomos à Colômbia comemorar os 60 anos da minha mãe. Além de Bogotá e arredores, conhecemos também Cartagena e San Andrés, por isso os próximos posts serão sobre essa viagem de duas semanas por um país que nos surpreendeu positivamente em alguns aspectos e negativamente em outros.

Cerro de Monserrate
Cerro de Monserrate

Bogotá me chamou atenção pelo contraste. Algumas zonas da cidade estão bem desenvolvidas mas outras bem abandonadas. Alguns serviços são bem ruins (os taxis por exemplo são horríveis e vão como loucos), mas as pessoas são super amáveis e educadas. Ao mesmo tempo que gostei da cidade, me decepcionei um pouco.


O QUE VISITAR

O bairro da Candelária é o mais emblemático da cidade e quase todos os pontos turísticos estão por ali.

O Museo del Oro é considerado o mais bonito da cidade, mas caímos na besteira de ir no domingo, que por acaso era de graça, e não conseguimos ficar mais de 15 minutos. Estava tão cheio e tão insuportável que saímos sem conseguir ver quase nada.

O Museo Botero também era grátis, mas super tranquilo de ver. Aliás, foi o que mais gostei da zona da Candelária. Recomendo!

Museo Botero
Museo Botero

A Plaza Bolívar é uma das visitas obrigatórias. É bem animada e você vai ver um pouco de tudo. É lá que está a Catedral, que é bonita por fora, mas por dentro não tem nada especial.

Plaza Bolívar
Plaza Bolívar

Da Candelaria dá para ir caminhando até a estação de Monserrate, onde você pode pegar o funicular ou o teleférico para subir ao Cerro.  Do Cerro, que está a 3.142 metros, você consegue ver toda a cidade de Bogotá. É um passeio bem legal, que vale muito a pena.

DSC_0121
Cerro de Monserrate

Nós optamos por subir ao Cerro de teleférico, mas tivemos que descer de funicular, por causa do horário (o teleférico fecha mais cedo). O teleférico é bem melhor que o funicular, e se puder vá e volte com ele.

Cerro de Monserrate
Cerro de Monserrate

Como visitamos toda a zona da Candelária e o Cerro no mesmo dia, no dia seguinte fomos ao Jardim Botânico, que é sempre uma boa para ir com criança.

Jardim Botânico
Jardim Botânico

Ao contrário do centro da cidade, que está muito sujo e meio abandonado, o Jardim está bem conservado e, apesar de não ser nada super mega especial, é um passeio bem agradável.

Jardim Botânico
Jardim Botânico

Nesse mesmo dia fomos almoçar em Usaquén. Usaquén é um bairro cuja praça principal tem um mercado aos domingos. Como no domingo fomos à Candelária, perdemos o mercado, mas deu para ter uma visão geral do bairro, que parece ser bem legalzinho e lotado de restaurantes. É um bairro que quem gosta de gastronomia tem que conhecer.

Dicas: Se você vai estar em Bogotá no fim de semana, se programe para ir ao mercado de Usaquén no domingo e ir à Candelária qualquer outro dia da semana. A Candelária aos domingos fica tão cheia que às vezes o passeio fica desagradável. O Museo del Oro, que é um dos principais pontos turísticos da cidade fica dificil de visitar aos domingos porque é de graça e tem muitos grupos visitando; se programe para ir qualquer outro dia pagando (até porque é barato). Além disso, aos domingos muitos restaurantes do centro estão fechados.


RESTAURANTES 

O restaurante mais famoso de Bogotá, que também é um dos principais pontos turísticos, é o Andrés Carne de Res.

Andres Carne de Res
Andres Carne de Res

O mais famoso está em Chía, a poucos minutos de Bogotá. O negócio é que esse restaurante só funciona de quinta a domingo, e por isso não conseguimos ir (domingo foi nosso primeiro dia de viagem e estávamos mortos – principalmente eu – já que o fuso Bogotá-Madrid é de 7 horas).

Andres Carne de Res
Andres Carne de Res

O jeito foi conhecer o Andrés D.C. mesmo, que estava a poucos passos do nosso hotel. Eu sei que o de Chía é bem mais legal, mas o de Bogotá é bem animado também e estava super cheio apesar de ser uma quarta.

Andres Carne de Res
Andres Carne de Res

Quanto à comida, não achei nada espetacular, mas estava razoável. O mais importante é o ambiente. Se recomenda ligar para reservar e a entrada de crianças não é permitida.

Ceviche do Andres
Ceviche do Andres

No dia que fomos à Candelária estava tão complicado encontrar um lugar decente para comer que antes de subir ao Cerro pegamos um taxi e fomos almoçar no bairro La Macarena, em um restaurante chamado Santa Fé. Foi um dos melhores lugares que comemos na viagem e, depois de uma caminhada pelo centro, foi ótimo encontrar um lugar tão bom e com excelente serviço.

Ceviche
Ceviche

Tudo que provamos estava ótimo, desde as entradas até as sobremesas. O ceviche maravilhoso!

Prato principal
Prato principal

Os pratos principais são enormes. Apesar de tudo estar muito bom, era quase impossível comer o prato inteiro.

Prato principal
Prato principal

Uma das coisas que mais gostei na Colômbia, em parte porque sinto muita falta aqui em Madrid, é poder tomar um bom suco em qualquer lugar. Fora que na rua não falta gente vendendo fruta…

Suco
Suco

O outro restaurante que gostamos muito em Bogotá fica no bairro de Usaquén e se chama La Mar Cebichería. Para quem gosta de ceviche e de comida peruana é um ótima opção.

Degustaçao de ceviches
Degustaçao de ceviches

Como éramos 6 adultos, provamos todos os principais pratos da cozinha peruana e tudo estava excelente.

Ají de gallina
Ají de gallina
Causas
Causas

Também provamos várias sobremesas, mas a minha preferida é sempre o tradicional Suspiro Limeño.

Suspiro limeño
Suspiro limeño

Nesse restaurante não deixe de provar os cocktails, que estão deliciosos.

Em geral, comemos muito bem em Bogotá e a bom preço.

Sobremesa do La Mar
Sobremesa do La Mar

Dicas: sempre que der reserve os restaurantes. No Andrés a reserva é imprescindível (dá para fazer pelo site) e lembre que o Andrés de Chía, que é o mais legal, só funciona de quinta a domingo, por isso planeje sua visita. Para ir a Chía você tem que pegar um taxi, que não sai muito caro.


HOSPEDAGEM

Nós ficamos hospedados no Hotel B3 Virrey, em Chico. É um hotel novo e moderno, com dj todas as noites e que tem um restaurante que, apesar de lento, tem boa comida (e nos quebrou vários galhos). O hotel ainda dispõe de estacionamento grátis, bicicletas para emprestar aos hóspedes e serviço de transporte (sai mais caro que taxi, mas é mais seguro e eles andam mais tranquilos).

A única coisa ruim é que os quartos não têm frigobar, então tínhamos que guardar a comida do bebê na geladeira do restaurante.

O hotel está localizado em uma zona bem segura de Bogotá e à noite dá para sair andando tranquilamente para os bares e restaurantes. O Andres D.C., por exemplo está a uma caminhada de 10 minutos e pela zona há uma quantidade enorme de bares e lojas.

Jardim Botânico
Jardim Botânico

TRANSPORTE

Bogotá é uma cidade grande e para ir de um bairro a outro não dá para ir caminhando. Se você me perguntar como é o sistema de transporte público, sinceramente não vou saber responder, porque usamos taxi para tudo.

Taxi em Bogotá não é caro, mas os carros em geral estão caindo aos pedaços e os taxistas andam como loucos. Depois de dois dias já estávamos cansados dos taxis e para ir à Catedral de Sal e à Laguna de Guatavita decidimos alugar um carro (também não foi fácil não, mas isso conto no próximo post).

Plaza Bolívar
Plaza Bolívar

CLIMA E ALTITUDE

Bogotá está a 2.640 metros e por isso a temperatura média da cidade é de 14 graus. Qualquer época do ano pode estar bem fresquinho, por isso não esqueça de levar um casaquinho, mesmo que seja verão. Eu achei uma delicia sair dos 40 graus de Madrid para passar uns dias entre 15 e 20 graus.

E lembre que essa altitude pode causar enjoos, vômitos, dores de cabeça, cansaço, etc. Em poucos dias isso passa, mas se a viagem for curta e você quiser se sentir melhor, em muitos lugares (na rua mesmo) você pode comprar folhas de coca para mascar.

Cerro de Monserrate
Cerro de Monserrate

MINHAS IMPRESSÕES GERAIS

Como comentei no início do post achei Bogotá uma cidade com muitos contrastes. Alguns bairros estão bem arrumadinhos mas outros estão abandonados. A zona da Candelária estava super suja e caótica.

O serviço de taxi é deprimente. Os taxis estão caindo aos pedaços e os taxistas avo como loucos pelas ruas que não são mil maravilhas (algumas partes estão bem esburacadas).

Os serviços, em geral, são muito lentos e pouco profissionais. Esse ponto foi o que pessoalmente mais me surpreendeu porque eu trabalhava com colombianos e adorava, justamente porque eles eram muito eficientes e competentes. Pelo menos eles são super educados e prestativos e isso muitas vezes compensava o mau serviço.

Então se você me pergunta se eu gostei de Bogotá vou te dizer que sim (até porque comi muito bem!), mas que é uma cidade que está mais atrasada que muitas cidades médias do Brasil, e você tem que ir preparado para isso e para viver em outro ritmo. Além disso, dois dias na cidade são mais que suficientes para conhecer os pontos turísticos.


Hotel B3 Virrey

Reservas: Booking.com

Andrés Carne de Res

Cl. 3 #11A – 56, Chía, Cundinamarca, Colômbia
+57 1 8612233

Santa Fe Café & Restaurante

Calle 26b No. 4-30 | Neighborhood la MacarenaBogotá110311Colômbia. +57 1 2816794

La Mar Cebichería

Esquina Carrera 6, Cl. 119b #6-01, Bogotá, Colômbia.
+57 1 6292177

3 thoughts on “Viajando pela Colômbia: Bogotá”

  1. Morro de vontade de conhecer a Colômbia, mas especialmente Bogotá. Realmente, o melhor da Colômbia deve ser os colombianos, tenho dois super amigos e são pessoas tão amáveis… não vejo a hora de poder visitá-los! E sobre o atendimento, até em comparação com Madrid a coisa é ruim? hahaha!

    Like

    1. Em Bogotá eles são super educados e simpáticos, mas o serviço é inacreditável… só pra te dar uma idéia demoramos quase CINCO horas para conseguir pegar o carro que já tínhamos RESERVADO E PAGO pela internet, acredita? Tudo muito desorganizado… às vezes desesperador…E os taxis nem te conto… pior que Brasil…

      Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s