Lua de mel no Brasil: Fernando de Noronha

Depois do nosso segundo casamento em dezembro de 2012, em Búzios, fomos passar uma semana de lua de mel em Fernando de Noronha. O blog Idéias na Mala publicou há umas semanas o roteiro completo dessa viagem, onde você pode consultar mais detalhes. Aqui a idéia é fazer um resumo da viagem e falar um pouco dessa ilha paradisíaca.

Noronha é meu lugar preferido de praia no mundo inteiro. Existem praias com águas mais cristalinas, praias mais preparadas para turismo e até parais mais bonitas. Mas o clima que tem Noronha nenhum lugar do mundo tem. É um lugar tão natural e tão simples que você se sente livre e não quer mais ir embora.

Por do sol na Praia do Boldró
Por do sol na Praia do Boldró

Vou tentar resumir alguns conselhos que podem ser úteis para a viagem:

1. Antes de viajar pague a taxa de preservação ambiental pela internet, para evitar filas no aeroporto. Essa taxa é cobrada de acordo com os dias de permanência na ilha e custa R$ 51,40 ao dia, por pessoa (valores de maio de 2015).

Baía do Sancho
Baía do Sancho

2. Ao chegar em Noronha esqueça luxo, porque você estará com pé sujo de areia 95% do tempo. Por esse mesmo motivo pense se vale a pena pagar um hotel caríssimo (os preços da ilha são salgados e um hotel bom tem preços que eu considero absurdos e me nego a pagar).

Baía dos Porcos
Baía dos Porcos

3. As praias, mesmo as mais ‘badaladas’ estão praticamente desertas, já que existe um limite de visitantes na ilha, então não esqueça de ter sempre uma garrafinha de água na bolsa e o protetor solar.

Baía do Sancho
Baía do Sancho

4. Leve sempre seu equipamento de snorkeling! A vida marinha de Noronha é incrível. Todas as praias que entramos tinha pelo menos um tubarãozinho. Mas nada que se preocupar: como a ilha é bem equilibrada eles estão super alimentados e não existe nenhum registro de ataque. Você pode alugar o equipamento por lá, mas não vale reclamar do preço.

A melhor praia para fazer snorkeling é a Baía do Sueste. Apesar de não ser a praia mais bonita, é lá onde se encontram mais tartarugas e tubarões. O chato é que não se pode tocar o fundo do mar, então o uso de um colete é obrigatório. Dá para alugar na entrada da praia, mas tem que deixar o nojinho de lado.

Snorkeling na Atalaia
Snorkeling na Atalaia

5. Assim que chegar a Noronha contrate o Ilha Tour para o primeiro dia na ilha. Em geral não gosto de tours, mas esse é ótimo para ter uma visão geral da ilha e aprender os melhores locais para  praticar snorkeling.

Por do sol
Por do sol

6. A partir do segundo dia alugue um buggy e vá por sua conta nas praias mais legais, marcando seu tempo. Não se assuste com o preço da gasolina, interiorize que na ilha os preços são um pouco inflacionados. As condições do buggy também podem ser regulares…

Buggy na Praia do Leao
Buggy na Praia do Leão

7. Dedique um dia completo à Baía do Sancho. Essa praia é considerada uma das mais bonitas do mundo. Para chegar há três opções: 1) barco, 2) através da Baía dos Porcos (meio complicado) ou 3) descendo pela escada incrustada nas pedras (a mais habitual).

Escada da Baía do Sancho
Escada da Baía do Sancho

8. Agende uma visita à Praia de Atalaia. Essa praia só pode ser visitada com guias credenciados e mediante reserva, já que o aforo é limitado. Sugiro reservar com alguns dias de antecedência porque as horas de visita dependem da maré. Para chegar tem que fazer uma trilha (molinha).

Atalaia
Atalaia

9. Não deixe de conhecer a Praia do Leão. Essa praia é maravilhosa e normalmente está vazia. É nela onde ocorre a desova das tartarugas marinhas e depois das 18hs o acesso é proibido.

Praia do Leao
Praia do Leao

10. Desfrute das vistas da Baía do Porcos e tire uma foto no cartão postal de Noronha. Para chegar à praia você tem que fazer uma trilha a partir da Cacimba do Padre. Nós preferimos vê-la só do alto já que essa praia é continuação da Baía do Sancho.

Baía dos Porcos
Baía dos Porcos

11. Se você não pratica mergulho autônomo, o passeio de barco para ver os golfinhos-rotadores é obrigatório. Se você pratica mergulho, vale a pena também porque qualquer pessoa que mergulha sabe muito bem que num mergulho não há garantia de ver nada.

Golfinhos
Golfinhos

12. O mergulho em Noronha foi um dos melhores que fizemos na vida. Vimos muitos tubarões, tartarugas, arraias e lagostas, mas o ponto alto foi a visita dos golfinhos, que apareceram quando já estávamos voltando para o barco. A empresa que contratamos foi a Atlantis Divers, que está na Vila dos Remédios.

Mergulho
Mergulho

13. Não perca um por do sol, porque são mágicos. O mais famoso é o do Forte do Boldró, mas fica cheio (parece que a ilha toda vai para lá). Se quiser um por do sol mais exclusivo assista da praia.

Por do sol na Praia do Boldró
Por do sol na Praia do Boldró

14. Os restaurantes da ilha não são baratos, mas os restaurantes que mais gostamos foram o Mergulhão, o Varanda e o Xica da Silva. O último com uma ótima relação qualidade-preço (o único que repetimos).

Xica da Silva
Xica da Silva

15. E para terminar, não deixe de curtir um forrózinho no famoso Bar do Cachorro. Só não se emocione e beba todas porque no dia seguinte tem praia outra vez!

Baía do Sancho
Baía do Sancho

 

 

2 thoughts on “Lua de mel no Brasil: Fernando de Noronha”

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s