10 restaurantes para conhecer (e repetir) em Madrid por menos de 30€

No último ano surgiram alguns restaurantes montados por jovens (alguns não tão jovens)  chefs com uma proposta de alta gastronomia a preços acessíveis. Para os amantes da boa mesa não poderia ser melhor, já que agora podemos comer fora com mais frequência.

Eu considero que em Madrid se come bem em quase qualquer lugar, mas escolhi dez restaurantes que estive no ano passado e que considero acima da média, principalmente no quesito qualidade-preço.

Clicando no nome do restaurante dá para entrar no post completo, com mais detalhes dos pratos, local, reservas, web, etc.

  1. TriCiclo

Para mim o melhor da cidade nessa faixa de preço. A comida é excepcional e é um dos restaurantes mais disputados de Madrid, o que significa, reservar com antecedência! O steak tartar é considerado um dos melhores da cidade. Como o cardápio muda de acordo com a estação é difícil recomendar pratos, mas se o Ravioli de carrillera estiver no menu, peça! O restaurante está em Las Letras, um bairro delicioso para passear. Na mesma rua do restaurante está seu irmão mais novo, o Tándem, com a mesma qualidade e mesma faixa de preço.

Ravioli de carrillera do Triciclo
Ravioli de carrillera do Triciclo

 

  1. Chifa

Disputando o primeiro posto com o TriCiclo está o Chifa, um restaurante de fusão da cozinha chinesa com a peruana. É um restaurante do grupo Sudestada, com preços mais em conta. O Cebiche do Chifa é obrigatório, assim como sua Batida Mojitada. O grupo também é dono do Picsa, que oferece pizzas deliciosas ao estilo argentino, também por menos de 30€. O Chifa acabou de montar sua versão boteco no Corte Inglés de Callao, onde antes estava o StreetXo. É uma ótimo localização para quem está de turismo pela cidade.

Cebiche algueado completo do Chifa
Cebiche algueado completo do Chifa

 

  1. Bacira

Esse restaurante para mim foi uma das melhores surpresas de 2014. Assim como o TriCiclo, é um restaurante montado por três jovens chefs que oferecem uma cozinha de altíssimo nível a um preço super em conta. As Almôndegas de rabo de toro que provei ali são inesquecíveis, assim como o Chocolate, a sobremesa mais famosa do local. Outra característica desse restaurante é a possibilidade de pedir meias porções e provar um pouco de tudo.

Albóndigas guisadas de rabo de toro
Albóndigas guisadas de rabo de toro

 

  1. La Gabinoteca

Esse já é um clássico que não sai de moda nunca. Já estive várias vezes e cada vez que vou gosto mais. É um lugar para pedir vários pratos e dividir. O prato que mais gosto desse restaurante é o Taco Pato, embora o prato estrela da casa seja o famoso Potito. A única coisa chata é que não reserva e está sempre cheio. Então tem que chegar cedo!

Taco Pato
Taco Pato

 

  1. Sala de Despiece

Embora não seja um restaurante como os quatro anteriores, considero essa barra criativa um dos lugares onde se come melhor na capital espanhola. Fora que tem uma decoração única e bastante curiosa. O Carpaccio de chuletón é simplesmente sensacional. Mas o melhor é pedir recomendações, porque o cardápio muda com frequência. Não reserva e enche rápido, tem que chegar na hora que abre! Na mesma rua está o Muta, um outro projeto de Javier Bonet também a ótimo preço e cozinha excelente.

Carpaccio de Chuletón
Carpaccio de Chuletón

 

  1. StreetXo

A versão informal e low cost do aclamado chef David Muñoz (DiverXo, 3 estrelas Michelin) não poderia ficar de fora dessa lista. O StreetXo é um lugar onde a criatividade rola solta (às vezes até demais) e tem um ambiente bem legal. Acabou de se mudar para o Corte Inglés da Serrano e está bem maior que o local de Callao, apesar que achei as porções menores. O Chili Crab é imperdível! É uma opção acessível para quem quer provar a cozinha de David sem gastar quase 200€ (por pessoa!). O lado ruim é que não reserva e normalmente tem fila para entrar. Ao lado do StreetXo está Cascabel, a versão bar do restaurante Punto MX, o único mexicano na Europa com estrela Michelin.

Chili Crab do StreetXo
Chili Crab do StreetXo

 

  1. Estado Puro

Localizado em um lugar de passagem obrigatória para os turistas (vizinho ao museu Thyssen), Paco Roncero (La Terraza del Casino, duas estrelas Michelin) montou seu restaurante informal e acessível a todos os bolsos. Aqui ele oferece tapas renovadas e deliciosas. O melhor arroz que comi no mundo foi ali: o Caldoso de rabo de toro. Se está de passeio pelo Prado ou pelo Thyssen, não deixe de passar por esse restaurante nem que seja para provar esse arroz maravilhoso.

Caldero de rabo de toro do Estado Puro
Caldero de rabo de toro do Estado Puro

 

  1. La Musa

Esse restaurante é um clássico em Malasaña que conta também com um local em La Latina (eu gosto mais do de Malasaña). Não deixe de provar a Bomba (batata recheada com carne). É deliciosa! O grupo também é dono do Ojalá, o melhor lugar em Madrid para tomar um brunch a 10 euros. E com direito a praia!

Bomba (batatas recheadas)
Bomba (batatas recheadas)

 

  1. Oribu

Apesar de não ser tão conhecido como os demais, esse gastrobar em Chueca oferece uma proposta de fusão oriente-ocidente. A Tortilla de patatas fritas en tempura é um dos seus pratos estrela. Mas o prato que mais me surpreeendeu foi o Tataki de ternera. Espetacular! O bom desse restaurante é que tem um menu reduzido entre-horas, com tapas servidas fora dos horários de almoço e jantar (entre 16hs e 21hs).

Tataki de ternera do Oribu
Tataki de ternera do Oribu

 

  1. Hattori Hanzo

Para fechar essa lista, incluo uma das novidades de 2014: a única taberna japonesa da cidade. Esqueça sushi, sashimi e afins. Em Hattori Hanzo o que se come é a street food japonesa, e muito bem por sinal! As porções são bem generosas e os preços bem bons. O prato mais famoso da casa é o Hiroshimayaki, que consiste basicamente em uma tortilha recheda de yakisoba. Soa esquisito mas garanto que está delicioso! Os espetinhos também são deliciosos e dá para provar vários!

Hiroshimayaki do Hattori Hanzo
Hiroshimayaki do Hattori Hanzo

7 thoughts on “10 restaurantes para conhecer (e repetir) em Madrid por menos de 30€”

  1. Paula, parabéns pelo post e pelo blog! Poucas vezes vi um tão didático, tão completo de informações, com estética super agradável de ler. Seu conteúdo (e fotos) são imbatíveis!
    Vou a Madrid em Março, e tirando o TriCiclo, vc acha que dá pra ir na maioria sem reserva, já que estarei sólo?!
    Um abraço e parabéns mais uma vez!

    Like

    1. Poxa Paulo, quantos elogios! Muito obrigada mesmo! Entao, desses restaurantes dá para ir na maioria sem reservar sim. Mas o Chifa e o Bacira precisam de reserva. O Chifa porque é minúsculo e o Bacira porque está sempre cheio. Se quiser ir em algum desses você pode fazer a reserva através do eltenedor.es; é mais prático. Abs e boa viagem!

      Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s